Fulvio Aducci – 1930
Vice: José Acácio Soares Moreira

Fúlvio Aducci nasceu em Florianópolis em 08 de fevereiro de 1884. Estudou na Faculdade de Direito de São Paulo em 1911 foi nomeado promotor público de Palhoça. Sua vida foi marcada pelo amor à advocacia.

Foi membro do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, professor e Diretor da Faculdade de Direito de Santa Catarina e também presidente da OAB. Ocupou o cargo de diretor da CEF e do Instituto Politécnico de Florianópolis.

Último governador da República Velha ou Primeira República, o florianopolitano Fúlvio Coriolano Aducci teve uma passagem relâmpago pelo poder de Santa Catarina. Eleito para o período de 1930-1934, assumiu em 29 de setembro de 1930, como 12º governador do Estado. Logo depois, viu-se obrigado a renunciar ao cargo entregando-o a uma junta de militares que no mesmo dia passou-o ao interventor revolucionário gaúcho General Ptolomeu de Assis Brasil.

Era a vitoriosa Revolução Liberal de 1930 chegando às terras catarinenses. Aducci, que fazia parte da Comissão Executiva do PRC (Partido Republicano Catarinense), foi o governador que por menos tempo ocupou o poder no Estado. Entregou o cargo em 25 de outubro de 1930.

As eleições para o Governo do Estado aconteceram em 3 de agosto do mesmo ano e Aducci foi eleito com 48.271 votos tendo como vice José Acácio Soares Moreira. Estas eleições foram contestadas pela oposição, a Aliança Liberal (sob liderança de Nereu Ramos e Rupp Júnior), perante a Justiça Eleitoral. Tanto Aducci como Soares faziam parte do PRC.

Iniciou sua carreira política com o apoio dos amigos e foi eleito Deputado Estadual por cinco vezes e Federal para duas gestões. Na primeira legislatura – 1910/1912 – foi um dos 16 Deputados Constituintes e suplente de secretário na mesa diretora. Reeleito para o período de 1913-15. No final de 1914 deixou o Legislativo para ocupar a Secretaria Geral do Governo Felipe Schimdt. Reconduzindo à Assembleia em 1919.

Em 4 de dezembro de 1921 são realizadas eleições em todo território catarinense para composição do Congresso Representativo, com mandato de 1922-1924. Aducci é novamente eleito Deputado Estadual com 9086 votos. Em 4 de dezembro de 1924 se renova o Congresso Representativo para o período de 1925-1927 e Aducci se reelege com 15069 votos. Em 7 de outubro de 1925 renuncia para se candidatar à Câmara Federal. E em 11 de julho de 1926 é eleito Deputado Federal pelo PRC com 19742. Em 1930 é reeleito, mas não assume pois é eleito Governador do Estado.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE, Governadores de Santa Catarina 1739/1993, Florianópolis, Editora DC, 1993. p. 50.